20/04/15

* Para assistir: Cada um na sua casa! ♥

postado por Carol Daixum

E como amanhã é feriado, resolvi "roubartilhar" o último post da minha coluna do blog Sem Clichê. Para quem não sabe, toda quarta-feira eu indico um filme por lá. ;-) 

Então quer assistir uma história leve, divertida e que agrada todo mundo? A minha dica é: a animação Cada um na sua casa. A história é a seguinte: o planeta Terra foi invadido pelos Boov, uma espécie de extraterrestre, que estão em busca de um lugar para chamar de "lar doce lar", pois estão fugindo de seus maiores inimigos. No meio disso tudo, o atrapalhado alien Oh, que foi banido devido aos seus erros, encontra a jovem adolescente Tip, que durante a invasão acabou se separando da sua mãe e ficando apenas com seu bichinho de estimação. Sendo assim, os dois embarcam em uma divertida aventura com duas missões: achar a mãe da Tip e consertar mais uma atrapalhada do Oh. 


A princípio, os Boov lembraram muito os minions, do filme "Meu Malvado Favorito". Com uma linguagem diferente e engraçadinha. Mas só lembrou mesmo, nada muito igual. Os personagens centrais são encantadores e muito divertidos. O Oh é apaixonante e muito desastrado. A Tip é uma fofa e bem decidida! E os diálogos dos dois são imperdíveis. Uma amizade improvável, mas que deveria servir de exemplo para muita gente. Ah! O capitão Smek, líder dos Boov, é o fugitivo mais comédia da vida. E destaque para três cenas: o primeiro contato do Oh, com uma música dançante, a Tip fazendo uma maquiagem para esconder a verdadeira identidade do alien mais fofo do planeta e a do posto de gasolina. 

Não assisti em 3D, mas acho que deve valer muito a pena. Mas me diverti na sessão "normal" também. ;-) Ah! Geralmente, eu gosto de assistir esses filmes infantis em versão dublada mesmo. Porém, como tem Jim Parsons (do seriado The Big Bang Theory), emprestando a sua voz para o Oh, acho que deve ser imperdível. Também tem Rihanna e J.Lo. Falando na J.Lo, a música "Feel The Light", que faz parte da trilha sonora, é bem fofa.


Mega recomendo o filme. Para alguns pode até ser considerado bobinho, mas eu tirei lições valiosas. E a principal foi: mesmo que a probabilidade de conseguir tal coisa seja mínima, a gente tem que ir lá e fazer. Aquela velha história: se tiver com medo, vai com medo mesmo. Enfim, uma história que rende boas risadas e um ótimo momento com a família, amigos, namorado ou até mesmo sozinha!

Já assistiu? Conta o que achou! Ainda não? Corre! 

Beijos,
Carol. 

P.S: Crédito da Imagem - Adoro Cinema! 


19/04/15

Para pensar: Coração e leveza! ♥

postado por Carol Daixum

Para começar a semana bem: duas fofurices!
Claro que na prática, a teoria é outra. Mas não custa tentar! 

E o seu? ;-) 

Leve, levinho! ;-) 

Podem opinar à vontade. ;-)
Ah! As imagens são da ilustradora Mônica Crema (primeira) e da Fan Page Up Up Design Feliz (segunda). 

Beijos e boa semana, 
Carol. 


18/04/15

* PJ News Abril: Paris, mamães, morar sozinha e tal! ♥

postado por Carol Daixum

Oi, Gente! Preparei (um pouquinho atrasada hehehe) mais um post da seção PJ News. Para quem não sabe, todo começo de mês, eu seleciono alguns lançamentos de produtinhos de beleza, livros, filmes e por aí vai. Desse jeito, acho que agrada todo mundo. Para o mês de abril, coloquei de tudo um pouco, até mesmo para quem já está pensando no Dia das Mães. Vamos lá?  ;-) 


Lançamentos!
1. Gel de Banho Lush / 2. Tênis Adidas + Farm / 3. Batom Paris Niina Secrets
4. Filme Uma Longa Jornada / 5. Livro Morando Sozinha / 6. Ebook Olhar de Fogo

Para o Dia das Mães, soube que a marca Lush criou uma linha especial. Tem vários produtinhos e alguns com formatos bem fofos. Ainda não sou mãe, mas fiquei curiosa para experimentar o gel de banho doce e floral. Se eu presentear a minha, com certeza vou tirar uma casquinha hahaha. ;-) Também recebi a foto desse tênis da Adidas em parceria com a Farm. Confesso que gosto mais de tênis simples (não muito chamativo), mas esse eu achei bem diferente e acho que mega usaria. Ainda nessa parte de beleza/moda, amei muito esse batom da coleção da Niina Secrets para a Tracta. Lanço no final de março, mas entrou na minha wishlist desse mês. Além da cor ser linda (um rosinha meio nude) , tem o nome de um dos lugares que mais amo: Paris.  Quem quiser mais detalhes sobre esses produtos é só clicar aqui, aqui e aqui

E agora um pouquinho de filme. Esse mês (se eu não me engano, dia 30), estreia "Uma longa jornada", uma história inspirada no livro do Nicholas Sparks. Eu vi o trailer ontem e mesmo sabendo que eu vou acabar com o estoque de lencinho de tanto chorar, quero assistir. Como já disse, não dispenso uma história romântica, mesmo que talvez ela termine tragicamente (mas não é spoiler, não faço a mínima ideia do que vai acontecer, mas se tratando desse autor já imagino hahaha). E sobre livros: louca para ler esse Morando Sozinha, da blogueira Fran Guarnieri. Não conheço o blog dela, mas já escutei falar muito bem. E como estou estudando mais para ter o meu cantinho, acho que vai me ajudar bastante. Principalmente na parte financeira. Ah! Ainda não lançou, mas já está na pré-venda no site da editora Belas Letras. Mais detalhes aqui e aqui

Para terminar o post, no dia 23 será o lançamento virtual do Ebook Olhar de Fogo, da autora brasileira Carine Raposo. Gosto de mistério e suspense? Uma ótima pedida! Mais informações, é só clicar aqui. ;-) 


E aí? O que acharam? Podem opinar à vontade! E se alguém souber de outro lançamento, é só acrescentar na caixinha de comentários. 

Beijos, 
Carol. 

P.S: crédito da montagem - Pequena Jornalista 
crédito das imagens - Lush e Adidas (divulgação assessoria de imprensa) / Batom Niina Secrets (Blog Niina Secrets) / Cartaz Filme (Site Adoro Cinema) / Livro Morando Sozinha (Site Editora Belas Artes) / Ebook Olhar de Fogo (autora Carine Raposo)


16/04/15

* Projeto Drama Queen - O drama de ser baixinha (e ter voz de criança)! #26 ♥

postado por Carol Daixum

O drama de ser baixinha! 
(Por Carol Daixum)
;-) 

- Identidade, por favor! 
- Claro, aqui. 
- Arnaldo, vem cá! Essa baixinha aí acha que engana a gente. Minha princesa, a matinê não é hoje!
- Desculpa, não entendi a piada.
- Aqui não entram menores de idade.  
- E qual é a parte do ano do meu nascimento "1986" que você não entendeu? 
- Identidade verdadeira, por favor! 
- Amigo, você está com ela. 
- Não complica, a fila está grande. Está atrapalhando o meu trabalho. 
- O senhor que está atrapalhando a minha noite. 
- Só entra com identidade verdadeira!
- Que está na sua mão!
- Vou ser bem claro com você: aqui só entra a partir dos 18 anos.
- EU TENHO 28 ANOS!
- 28 anos? Sério?
- Não, eu adoro ficar em fila de boate mentindo a minha idade. 
- Não precisa partir para ironia não. E desculpa, mas quanto a senhora mede?
- Não é da sua conta! Eu só queria saber onde está escrito que maiores de 18 tem de ser troglodita igual ao senhor.  
- Ei, não precisa partir para a ignorância não.
- Senhor, eu só quero entrar e me divertir. Já basta o bullying que eu sofro no meu dia a dia. Outro dia, um funcionário do Burger King perguntou na fila se eu não queria a coroa, todas as crianças estavam ganhando uma especial. - contei segurando o choro, mas acabou caindo uma lágrima. 
- Ô moça! Chora não, sou troglodita, mas sou sensível. Continuo achando que você não tem 18, mas vou deixar entrar, ok? E pode beber um refrigerante por minha conta. Arnaldo, deixa a chaveirinho entrar aí.

Óbvio que a minha vontade era de voar na cara dele, mas contei até três, respirei fundo, ajeitei a coroa e acabei agradecendo ao segurança. Tem uma mãe de uma amiga que fala "isso é um elogio". Tudo bem que agora parece mais uma ofensa do que outra coisa, mas quem sabe um dia eu levo a sério esse conselho. É, gente! Vida de baixinha não é fácil. É boate, PP que parece mais um GG. E não basta ser pequena, tem que ter voz de criança. Daquela que telemarketing liga e quando você atende pede para falar com algum "adulto". A sorte deles é que eu sou educada! Claro que ser baixinha tem as suas vantagens. Por exemplo, na muvuca de um show eu fico em qualquer cantinho e passo entre as pessoas sem aperto. As pessoas te tratam com mais carinho e se eu quiser eu posso ficar alguns centímetros mais alta. E não querendo causar a discórdia: os homens preferem as baixinhas. Ok, vou parar por aqui, antes que altas se vinguem dessa parte do post. Tudo brincadeirinha, gente. Sem drama! hahaha ;-)

Agora contem aí: alguém já sofreu um draminha por ser mini ou giga? Podem falar à vontade!

**

Lembrando que o Projeto Drama Queen é uma parceria entre o Pequena Jornalista e o blog Casos, Acasos e Livros. Toda quinta um texto mega dramático e com uma dose extra de exagero. Que participar dessa coluna? Envie um e-mail para projetodramaqueen@gmail.com. 

Beijos,
Carol.

P.S: Crédito da imagem - Fan Page Disney Irônica!